Boletim Jurídico – Publicações OnLine

Boletim Jurídico – Publicações OnLine
Processo Eletrônico / Notícias

Advogado – saiba como utilizar o código de barras para o protocolo de petições intermediárias no TJSP

O Tribunal de Justiça de São Paulo disponibiliza instruções para utilização do Código de Barras no protocolo de petições intermediárias. A ferramenta, implantada pela Corregedoria Geral da Justiça em todos os setores de protocolo do Estado, possibilita a substituição da digitação do número do processo – o que demanda algum tempo para cada petição – por um simples reconhecimento por meio de leitor ótico, que percorre rapidamente todas as barras, enviando informações ao computador, que converte o código novamente em número legível.

Os benefícios trazidos pela utilização do código de barras são a agilização na protocolização, com a consequente diminuição do tempo do advogado em balcão, e a segurança dos dados informados na petição, por evitar eventuais erros de digitação. Assim, quanto maior a quantidade de petições com o código de barras, mais rapidamente se realiza o protocolo, principalmente em datas e horários em que houver maior concentração de público.

Utilize você também o código de barras para o protocolo de petições intermediárias. Clique aqui e saiba como fazer.

Código de barras – trata-se de uma representação gráfica de dados numéricos, como o número de um processo, que, ao ser inserido em um documento físico e impresso com fonte vinculada a este código, aparece em forma de barras.

FONTE: TJSP

Tags: TJSP

Vantagens Publicações Online

Siga nosso twitter Acesse nosso facebook Fale Conosco