Boletim Jurídico – Publicações OnLine

Boletim Jurídico – Publicações OnLine
Código Civil / Notícias

Caixa é condenada a indenizar mutuário por displicência na vistoria de imóvel financiado

Por unanimidade, a 5ª Turma do TRF 1ª Região deu provimento a recurso no qual a parte autora requereu a condenação da Caixa Econômica Federal (CEF) ao pagamento de indenização por danos ocorridos na estrutura de imóvel financiado pela instituição financeira. A relatora do caso foi a desembargadora federal Daniele Maranhão.

Em primeira instância, o Juízo entendeu ser a Caixa parte ilegítima para figurar no polo passivo da ação, razão pela qual julgou extinto o processo sem resolução do mérito. A parte autora, então, recorreu ao TRF1 sustentando ter firmado contrato de compra e venda com a CEF com obrigação hipotecária do imóvel danificado fazendo, jus, portanto, à indenização.

A magistrada, ao analisar o caso, entendeu que a Caixa possui legitimidade para figurar no polo passivo da ação. “A legitimidade da CEF se evidencia porque realizou vistoria no imóvel antes da liberação do financiamento, além de figurar como intermediária entre o mutuário e a seguradora, referente a seguro obrigatoriamente contratado”, explicou.

A relatora também destacou em seu voto a existência, nos autos, de pedido de indenização por danos morais direcionados pela parte autora contra a Caixa, diante de sua atitude displicente ao ser informada sobre as avarias do imóvel. “Apelação a que se dá provimento para anular a sentença e determinar o retorno dos autos à origem para o devido processamento, devendo integrar a lide a Caixa Seguradora S/A”, finalizou.

Processo nº: 0000282-60.2011.4.01.3307/BA

Decisão: 4/4/2018

FONTE: Assessoria de Comunicação Social

Tribunal Regional Federal da 1ª Região


Vantagens Publicações Online

Siga nosso twitter Acesse nosso facebook Fale Conosco