Boletim Jurídico – Publicações OnLine

Boletim Jurídico – Publicações OnLine
Geral / Notícias

TJGO – Juíza vai a hospital e homologa acordo de mulher que sofre transtorno bipolar

A enfermaria do Hospital Municipal de Maurilândia se tornou, por alguns minutos, uma sala de audiência. Após sofrer uma crise de pânico, Marley Pereira Rosa Teles foi internada e, por esse motivo, não pode comparecer à audiência que estava marcada para esta terça-feira (12), no fórum.

Marley requereu a aposentadoria em 2012, mas o pedido foi negado administrativamente. Em 2013, o INSS concedeu o benefício. Porém, somente hoje, durante a realização do Projeto Acelerar – Mutirão Previdenciário, o acordo foi homologado pela juíza Yanne Pereira e Silva Braga Netto e Marley vai receber R$ 5,2 mil em benefícios atrasados.

A magistrada, que estava acompanhada da representante do INSS, Aladir Arantes, e da advogada da parte, Valéria Cristina Alves, explicou todo o procedimento para a concessão do benefício.

“Foi Deus quem mandou vocês aqui. Eu ia perder”, disse. Já o marido dela, João Batista Teles, contou que a mulher sofre de transtorno bipolar e síndrome do pânico, por esse motivo, ela não pode frequentar lugares com muita gente. “Estava preocupado e não sabia o que fazer. Moramos em um assentamento rural que fica 30 quilômetros daqui de Maurilândia e não sei quando ia conseguir voltar aqui”, narrou.

Segundo João Batista, ele e a esposa vivem com ajuda das pessoas. Com o dinheiro que vão receber, querem comprar um aparelho auditivo para Marley. “Não temos dinheiro para comer direito. Vivemos com um salário e nunca conseguimos comprar o aparelho para ela”, afirmou.

A advogada elogiou a iniciativa do Poder Judiciário e da juíza. “Atuo em outras comarcas há mais de 15 anos e nunca tinha visto algo parecido. Os anseios dos jurisdicionados de Maurilândia estão sendo atendidos. É muito gratificante ver a satisfação do cliente ao ter seu benefício concedido”, finalizou. Veja a galeria de fotos (Texto: Arianne Lopes / Fotos: Aline Caetano – Cento de Comunicação Social do TJGO)

FONTE: TJGO

Tags: TJGO

Vantagens Publicações Online

Siga nosso twitter Acesse nosso facebook Fale Conosco